Geração UPP Morro da Providência. Foto: Priscila Antunes/Divulgação

Geração UPP Morro da Providência. Foto: Priscila Antunes/Divulgação

Responsável por levar a filosofia e as técnicas das artes marciais a jovens de favelas pacificadas do Rio de Janeiro pelas mãos de policiais militares graduados, o Projeto Geração UPP recebeu duas visitas ilustres na tarde de terça-feira, dia 15 de setembro. Embaixadora dos Estados Unidos no Brasil, Liliana Ayalde, e o cônsul geral do Consulado dos Estados Unidos no Rio de Janeiro, Jimmy Story, estiveram presentes no dojô do Morro da Providência, no centro da cidade, com o apoio do Comandante Major Valente, e acompanharam de perto as ações.

“Essa iniciativa é muito importante porque dá ênfase na prevenção, dando aos pequenos e aos jovens ferramentas que os impedem de serem atraídos por atividades ilícitas, ilegais. Realmente é muito bonito ver essas crianças praticando algo construtivo, usando a mente para aprender, se desenvolver e, no futuro, ter ferramentas para ajudar os outros”, ressaltou a sra. Ayalde.

São centenas de crianças atendidas em mais de 30 projetos, onde participam de passeios culturais, palestras de cidadania e educativas, incentivo ao estudo e aulas de Jiu-Jitsu e judô, além de ganharem uniformes completos. No primeiro semestre deste ano, o jovem Gabriel Ribeiro, de 16 anos, viajou para os Estados Unidos e sagrou-se campeão mundial na faixa azul juvenil, pela IBJJF. Antes considerado um “problema”, hoje o garoto é um dos exemplos do sucesso da Geração UPP, e foi citado pelo cônsul.

“O caso do Gabriel Monteiro foi apenas a cereja do bolo. Ele foi à Califórnia e ganhou o campeonato recompensando o trabalho e esforço de todos. Isso mostra a importância de que todos nós deveríamos fazer tudo o que tiver ao nosso alcance para apoiar essas comunidades”, exaltou Story.

*Fonte: Site Graciemag
http://www.graciemag.com/pt/2015/09/jiu-jitsu-ganha-reconhecimento-no-rio-como-ferramenta-para-afastar-criancas-de-atividades-ilicitas/